Nowtrip
Nepal Travel diary Travel Diary

Pokhara: um boa surpresa

Não estava nos meus planos ir a Pokhara, foi por incentivo de outros portugueses (também voluntários em Kalyani Devi) que decidi arriscar. Ainda tinha dias antes do meu voo para a Tailândia.

E ainda bem que fui, que agradável surpresa. Fiquei bem instalada (uma boa cama e água quente era requisito minimo :p) por cortesia dos outros portugueses, que foram nesta estadia no Nepal a minha família. A companhia foi óptima e proporcionou-me coisas que não tinha planeado para esta viagem. As boas pessoas existem mesmo!

Saímos de Kalyani na manhã de sexta, tivemos boleia do acampamento para Devighat, a vila mais perto. Depois foi sempre a entrar e sair de transportes, nem dava para pensar, saímos de um e já tinhamos outro à espera. Aqui há vários transportes, o problema é mesmo as estradas.

Demorámos cerca de 6 horas de Devighat até Pokhara. Os autocarros que apanhámos não eram os turísticos por isso a viagem não foi fácil. Turbulência é a palavra certa :p

Chegámos ainda de dia e sem hotel. Entrámos no táxi e perguntámos por um bom hotel (que é o razoável pela Europa). E lá fomos parar ao Barahi que é mesmo na rua principal junto ao lago Fewa. Chamada a zona lakeside. Nesse mesmo dia fomos dar uma volta pela cidade e decidir o que fazer nos próximos dias.

Optámos por ver o nascer do sol com a vista para os Himalaias e por um sightseeing pela cidade. No fim do dia cometi uma pequena loucura, ganhei coragem e decidi fazer uma tatuagem (mãe, relaxa).

No dia seguinte, domingo, foi dia de trekking em Annapurna que é uma zona junto a Pokhara e que tem como vista os Himalaias. Foi duro mas suportável. Pedimos um percurso apenas de uma dia e chegou para ficar de rastos. Como sempre, a vista compensa!

De regresso à cidade e por entre ruazinhas perdi-me em tantas coisas giras e baratas. Queria tudo mas não tenho espaço na mala nem budget. É uma pena vir aqui sem espaço para grandes souvenires, as coisas são realmente mais baratas e muito giras (às vezes únicas).

Segunda-feira foi dia de me separar dos outros portugueses e seguir viagem para Katmandu. Eles seguiram para a reserva natural de Chitwan, não fui por estar apertada de tempo.

Depois de 8 horas de viagem cheguei a Katmandu e aqui estou até quarta.

Assim recomeçou a aventura sozinha pela Ásia e que já teve contratempos que contarei já amanhã 😬

 

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply