Nowtrip
Finlândia Travel Diary

Coisas que (talvez) só me aconteçam a mim

Mais uma história que podia muito bem ser uma anedota.

Claro que não vou escrever que me pediram repentinamente à meia-noite para conduzir um carro com mudanças automáticas, uma novidade para mim apesar de ter carta há quase 6 anos, e sem o dono presente. Foi o rapaz do couchsurfing em Levi que nos pediu para o irmos buscar ao trabalho, a chave estava em casa por isso era só pegar no carro e ir, nada de muito complicado. Com ignorância aceitei, nem me passou pela cabeça que fosse com mudanças automáticas.

Não vou humilhar-me e dizer que mal entrei no carro, cheia de confiança, fiquei em pânico porque além da novidade de conduzir na neve, estava completamente tramada em conduzir um carro sem embraiagem. Temi não ser capaz de tirar o carro do estacionamento, respirei fundo e entre risos de nervosismo olhei para a caixa de mudanças e fiquei à nora. O R era fácil, marcha-atrás com ele, feito. Arrancar? Pois, aí é que a brincadeira ficou séria, tinha as mudanças no P e como é obvio por mais que acelerasse o carro não se mexia. Desde quando é que se tem uma opção de Parking??

Enquanto tentava perceber como sair do parque de estacionamento, a minha amiga russa, a outra voluntária que está comigo, só se ria. Ela que não tem carta só pedia a todos os anjinhos para que um milagre acontecesse e que eu conseguisse pôr a máquina a funcionar.

Só tive uma opção, a internet salvou a noite e a boleia do rapaz. Não fui de modas e escrevi descaradamente “como conduzir um carro de mudanças automáticas” no google, assim directo ao assunto. Este amigo sabe tudo e nunca falha, desta vez não foi diferente. Graças ao Google decifrei as letras, pus o carro a mexer e tentei não atrofiar com menos um pedal.

Escusado será dizer que encarnei a Dona Idosa que há em mim e fui a pisar ovos até ao cimo da montanha onde o rapaz já esperava por nós ( há 20 minutos) e pelo seu carro intacto. O travão era bicho sensível e eu com as botas da neve não o sentia por inteiro, vacilámos muito entre o acelerador e a necessidade de parar, foi esse o grande desafio.

O carro chegou impecável, estacionei e num segundo dissemos “desta já nos safámos” e comemorámos euforicamente esta pequena vitória patrocinada pelo Google.

Como é obvio, agora já estou pronta para essas modernices de carros com mudanças automáticas. Exame de condução em piso de neve e em território desconhecido, pró. Sou pró, a 30 km/h, óbvio!

Tesourinhos destes, mais alguém têm? Não me façam sentir sozinha.

 


Ainda está a decorrer a votação para os Bloggers Open World Awards e no NOWTRIP está nomeado nas categorias de OPEN WORLD e BLOG.

Só demora 1 minuto, sintam-se completamente à vontade (obrigados) para votar!  🙂

Como votar?

Tudo explicado passo a passo abaixo:

1 – Abrir os dois links ou carregar nas imagens no ponto dois

Categoria OPEN WORLDLINK

Categoria BLOGLINK

2 – Colocar nome, email e clicar em ENVIAR

CATEGORIA OPEN WORLD

CATEGORIA BLOG

 

3- Confirmar o voto através do email

 

 

4 – Feito, fácil!

Muito obrigada!

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply